Banco Central divulga ranking dos bancos mais reclamados em 2016


Banco Central divulga ranking das instituições mais problemáticas no segundo semestre. Segurança e desinformação sobre serviços lideram as queixas. O ranking semestral é elaborado de acordo com o registro de reclamações registradas em nome do banco. Saiba mais.

O Bradesco foi o conglomerado que mais recebeu reclamações junto ao Banco Central (BC) no segundo semestre de 2016, segundo ranking divulgado pela instituição. A empresa foi alvo de 5.443 registros feitos pelos consumidores no período.

Caixa Econômica Federal, com 4.139 reclamações, e Santander, com 1.661, apareceram na sequência. Queixas referentes a irregularidades em segurança e privacidade, informações referentes aos serviços ou produtos e problemas com privacidade nos cartões de crédito estão entre os principais problemas reportados.

Na análise do BC, boa parte dos problemas com o Bradesco foram resultantes da fusão entre o banco e o HSBC, realizada em outubro, o que naturalmente gera aumento nas demandas e instabilidade durante o período de transição.

“É uma questão conjuntural e, por mais que a instituição se preparasse para esse processo, houve problemas na integração que acabaram colocando o conglomerado financeiro na primeira posição do ranking semestral”, diz o chefe adjunto no Departamento de Atendimento Institucional (Deati) do BC, Carlos Eduardo Rodrigues.  “De acordo com dados preliminares de janeiro, o volume de reclamações contra o Bradesco já está retornando ao patamar observado antes do mês de outubro”, completou.

O Ranking de Instituições por Índice de Reclamações é acompanhado mensalmente pelo BC com base nas reclamações referentes às instituições financeiras que chegam à entidade. O número de reclamações contabilizadas considera apenas as queixas procedentes, isto é, em que o cliente tem razão de acordo com o que prevê a regulação do setor pelo BC.

A partir delas, o BC compõem um índice em que, quanto mais alta a pontuação, maior foi o número de reclamações recebidas pela instituição.

 
 
 

FALE CONOSCO

Se você acredita que se enquadra em alguma das situações citadas anteriormente, ou possui alguma questão relacionada aos assuntos tratados neste conteúdo, saiba: você tem direitos e nós podemos ajudar. Nossos profissionais são capacitados para defender os seus interesses como consumidor, quer seja em na esfera administrativa ou judicial, em primeira e instâncias superiores. Além disso, atuamos em favor de pessoas físicas e jurídicas. Conte com o nosso suporte e fale conosco. Aproveite e saiba mais sobre as nossas atividades em Direito do Consumidor, leia nossos Artigos ou Notícias sobre relações consumo e saiba os locais onde podemos atuar em seu favor.
 

 
 
 

Tags: 

Avaliar Conteúdo: 

Sem avaliações